You are currently browsing the category archive for the ‘Aves’ category.

O envenenamento é a principal causa de morte de cães e gatos, seguida pelo atropelamento. Infelizmente, muitos animais domésticos são vítimas de envenenamento que pode ser acidental ou intencional. Isso mesmo, apesar de parecer monstruoso, muitos animais são intencionalmente envenenados. As maiores vítimas dessa maldade são os animais de rua ou aqueles que têm dono mas saem com freqüência, especialmente os gatos.

Nos casos acidentais, geralmente, por descuido do proprietário, o animal fica exposto a contato com produtos de limpeza (detergentes, desinfetantes, etc), medicamentos, inseticidas, raticidas, etc.

Muitos produtos de limpeza são inofensivos aos humanos mas podem rapidamente matar animais domésticos, principalmente os de pequeno porte. As aves são muito sensíveis a esses produtos.

O chumbinho, cujo agente ativo é a estricnina, apesar de proibido, é o veneno mais utilizado. Muitas pessoas o utilizam para matar ratos e, eventualmente, algum gato pode morder algum rato que ingeriu o chumbinho, resultando em envenenamento do felino.

Algumas pessoas colocam o chumbinho em pedaços de carne e o dão intencionalmente para matar animais.

Os principais sintomas de cães e gatos envenenados com chumbinho são: diminuição da freqüência card[iaca, vômitos, diarréia, salivação em excesso, tosse, aumento de secreções respiratórias, dificuldade para respirar, edema pulmonar, perda da coordenação motora, incapacidade de controlar a urina e morte.

Apenas 30% dos animais intoxicados por chumbinho sobrevive, quando recebe atendimento imediato.

Caso aconteça com algum animal próximo a você, leve-o IMEDIATAMENTE a uma clínica veterinária e caso identifique o responsável pelo envenenamento do animal, vá à delegacia mais próxima e denuncie. Existe um Decreto de proteção animal . Conheça-o (http://www.animaisos.org/legislacaop.php?id=8).

Conheça também a Declaração Universal dos Direitos dos Animais.

Proteja o seu grande amigo, mantendo produtos de limpeza, inseticidas, medicações longe do seu alcance.

Anúncios

 

Agradecemos aos visitantes da nossa página que, nos últimos 30 dias votaram e elegeram o que consideram mais importante em um Pet Hotel. Publicamos o resultado da pesquisa e pudemos perceber o quanto são importantes para os seus donos os nossos grandes amigos!

 

pesquisa-pet-hotel1

tartaruga-marion

O animal reacordista em longevidade é uma tartaruga Marion das Ilhas Seychelles, que ficam no Oceano Índico, que viveu 152 anos!


humano

O mamífero que vive mais tempo é o ser humano. Alguns ultrapassam os 100 anos. O homem mais longevo de que se tem notícia viveu 112 anos e a mulher mais longeva viveu 129 anos !


Tempo de Vida de alguns animais


quanto-tempo-viveOBS – Há variações de sobrevida, de acordo com o porte e raça de cães e gatos.

Devido à grande procura por hospedagem de animais, principalmento nos feriados,
estamos efetuando reservas com antecedência.

Ligue – (71) 3331-2136 / 9992-2432

GRANDESAMIGOS PET HOTEL oferece acomodações confortáveis e espaçosas, mudando o conceito de hospedagem para animais.
Nada de gaiolinhas! Nossos hóspedes ficam em casinhas individuais com área de 2 x 2 m, com janela para que não se sintam isolados. Ficam protegidos, bem cuidados, com todas as condições de higiene e assistência veterinária, se necessário (cobrada à parte).
(Veja fotos abaixo)
Segurança, atenção e carinho com o seu pet
são fundamentais para a sua tranquilidade.

Conte conosco !

Clique na imagem para ampliar
  • Acomodações individuais,
  • Acompanhamento individualizado, de acordo com as necessidades de cada animal,
  • Área de recreação,
  • Passeios diários,
  • Momentos de socialização,
  • Assistência veterinária, se necessário (cobrada à parte).

Seu Grande Amigo também pode ser vip !!!

Psitacose / Clamidiose

A clamidiose é uma doença transmissível ao homem e que afeta várias espécies de aves. Os sintomas que a caracterizam vão, desde a doença respiratória, sinusite e conjuntivite, à diarreia e distensão abdominal. A clamídia não afeta de modo semelhante a todas as espécies de aves, havendo algumas que são portadoras assintomáticas (por exemplo os pombos), e outras que são muito sensíveis (os papagaios verdes amazônicos), o que justifica a mortalidade de apenas uma espécie e a sobrevivência de outra em aviários mistos de pequenos psitacídeos. Por se transmitir às pessoas, causando infecções graves, deve ser sempre testada em qualquer ave doente ou casos de mortalidade inexplicada. Não deixe de trazer a sua ave ao médico veterinário.

Doenças respiratórias

As doenças respiratórias são situações graves e que devem ser tratadas com brevidade. Não se pode ignorar que as aves desenvolvem estas infecções com facilidade, bastando estarem expostas a fumos, poeiras, umidade, diferenças de temperatura e correntes de ar. As deficiências alimentares, principalmente a falta de vitamina A, também aumentam o risco. Se a sua ave apresenta conjuntivite, inflamação em redor dos olhos, corrimento ocular e nasal e sons respiratórios, deve ser levada com urgência a um veterinário experiente.

v

Gripe aviária

Por enquanto não surgiu nenhum caso de gripe aviária nas espécies usuais de aves de gaiola, tendo surgido apenas em palmípedes (patos, gansos, cisnes) e galiformes (galinhas e perus). Não há nenhum caso registrado no Brasil desta doença, portanto, o risco de contágio é quase nulo. De qualquer modo, se detectar sintomas de infecção respiratória ou morte súbita em alguma ave, entre em contato imediatamente o médico veterinário, porque mesmo que não se trate de gripe aviária, as doenças respiratórias são situações graves e que devem ser tratadas o quanto antes.

Pesquisa no blog

Para localizar publicações antigas, clique no dia do calendário ou insira a palavra que deseja pesquisar no campo "SEARCH" , no final da página.

Artigos publicados por data

novembro 2017
S T Q Q S S D
« out    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Nosso Endereço

Av. Prof. Sabino Silva, Ed Lusan, Loja 1, Chame-Chame
Site certificado
voos
voos
ABCVoos

Acessos

  • 1,173,911 visitantes